sexta-feira, 18 de maio de 2018

The Viletones

365POP2018 Seta Feira - Anos 70

Atrasado e sem tempo, na verdade já é sábado a noite e nem fiz o post da sexta (que saíra com a data roubada)



The Viletones foi a primeira banda punk que se tem notícia no Canadá, eles começaram em 1976 com Steven Leckie e mais uns caras, que vão sair da banda no ano seguinte e ficar nessa troca de membros e na boa e velha desordem punk. A banda teve uma produção irregular e nem dá pra dizer ao certo se está na ativa. Eles tocam as vezes, seja lá quem for a banda com o Steven Leckie e somem por mais uma década. Só tem um disco completo gravado e singles esporádicos. 






Links:

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Trouble Funk

365POP2018 - Quinta Feira - Anos 80

Chegou o dia de falar de funk, não esse, o funk certo. Na verdade o funk problemático.

Trouble_Funk é uma banda de Hip Hop e Funk que começou em Washington em 1978 e teve seu primeiro disco e sucesso em 1982, com Drop The Bomb.

A banda nunca teve uma pausa, mesmo saindo dos holofotes dos anos 80, tem uma extensa produção e um som bem interessante que fundamentou muita coisa atual.










Links:
https://open.spotify.com/artist/1EGr1AnjVRXYz8j9CTYDlm?si=K8KMgBWiSSij7mg0-VPcvA
https://en.wikipedia.org/wiki/Trouble_Funk
https://www.discogs.com/artist/21574-Trouble-Funk

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Squirrel Nut Zippers

 365POP2018 - Quarta Feira - anos 90

Vamos de um pouco de jazz.

 A banda foi formada em 1993 em Chapel Hill , Carolina do Norte, por James "Jimbo" Mathus (vocal e guitarra), Tom Maxwell (vocal e guitarra), Katharine Whalen (vocal, banjo, ukulele), Chris Phillips (bateria), Don Raleigh (baixo) e Ken Mosher.

Eles fazem um som que mistura jazz cigano, blues e swing, e emulam o visual, temática e sonoridade dos anos 30. Gosto desse tipo de som vintage e com toques modernos. É legal ver antigas influências serem transformadas e espalhadas assim pelo mundo. Esse é o tipo de banda que quando se escuta fica aquela pergunta: Como não conheci isso antes? 

A banda teve um tempo de vida bastante conturbado, acabando duas vezes e se reunindo depois, mas no momento vai bem com disco  novo e tudo. 





https://en.wikipedia.org/wiki/Squirrel_Nut_Zippers
https://open.spotify.com/artist/0LIll5i3kwo5A3IDpipgkS?si=1w1kqFXORdajyBehno-QmQ
http://www.snzippers.com/
https://www.youtube.com/channel/UCXeKKhfy1vkM2gKn-fDb_Gw

terça-feira, 15 de maio de 2018

Ed in the Refridgerators

365POP2018 - Terça feira - Anos 2000

Quando escrevi sobre Harry And The Potters, eu descobri que os irmãos Potter participavam de outra banda, antes e paralelamente, Ed in the Refridgerators.

Diz a lenda que era Ed In The refrigerators, mas os monges copista erraram o nome da banda.

A banda começou quando os irmãos Joe and Andrew tinham 11 e 12 anos, respectivamente, mas a banda só virou banda tempos depois, tocando em rádios e lançando um disco, que anos depois foi reescrito e ampliado.


Ed in the Refridgerators é uma dessas bandas indies esquisitas que valem, principalmente, pela autenticidade.





Links:
https://myspace.com/edintherefridgerators
http://www.eskimolabs.com/artists/ed/about.htm

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Five Year Mission

365POP2018 - Segunda Feira - Anos 2010

Na mesma linha de Warp 11, 5 Year Mission mantém o legado do geek rock e de Jornada nas Estrelas. Esses caras completamente loucos de Indianápolis tem a maior pretensão que já vi numa banda geek/nerd.  Eles estão gravando uma música (as vezes mais) para cada episódio de Jornada nas Estrelas (série Clássica) O que são 80 episódios (eles já tem uma música para The Cage).

Se fosse só isso até que não é tanta coisa, tá, é, mas a banda inventa umas coisas pelo caminho, como um EP com 5 músicas dedicadas para um único episódio The Trouble With Tribbles e um disco com 10 músicas sobre o episódio O Cérebro de Spock.

é incrível, só isso, isso que é legado, um seriado de pew pew pew de 1966 inspira uma banda 50 anos depois a gravar 80+ músicas. Claro, a missão de 5 anos não durou 5 na série e nem na banda, eles continuam em seu oitavo ano gravando firme e forte.










Links:
https://en.wikipedia.org/wiki/Five_Year_Mission
http://fiveyearmission.net/
https://open.spotify.com/artist/5nEZxgulBfLxyadWrwcd9j?si=wTpAzyTdQ9CQHMCGY4IcIw
https://www.youtube.com/channel/UCWMFocFIjbllsCxiGe5chSw

domingo, 13 de maio de 2018

Moondog

365POp2018 -Domingo - Anos 50

Pois é, anos 60 e 50 são meus pontos fracos, conheço pouco dessa época, então acabo descobrindo bandas que já são resenhadas em português, mas como esse projeto, pelo número de leitores, tam mais a ver comigo do que com qualquer outra coisa, tudo bem, lutarei menos contra a pesquisa e aceitarei postar coisas já resenhadas.

Moondog é o nome artístico de Louis Thomas Hardin (26 de maio de 1916 - 8 de setembro de 1999). Moondog foi um músico extremamente criativo, talentoso e inventivo. Não dá pra comparar muito o que ele fazia e dizer que estilo é isso. Começou a se interessar por música aos 5 anos de idade e depois de um acidente agrícola que lhe custou a visão, passou a estudar música em escolas para cegos. Ele se mudou pra Nova York e assumiu a identidade de Moondog, viva de venda de poesias e teorias musicais. Nos anos 70 mudou-se para Alemanha, lá viveu até o fim de seus dias, morreu aos 83 anos.

Claro, isso é um resumo, sua produção e invenções, como o instrumento, timbra, merecem mais pesquisas.






Links:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Moondog
https://en.wikipedia.org/wiki/Moondog
https://www.dn.pt/artes/interior/moondog-o-misterio-da-musica-celebrado-cem-anos-depois-5565785.html
https://www.discogs.com/artist/263532-Moondog-2
https://open.spotify.com/artist/7HvQfRNJCvPXTVirKKB0Nn?si=Pz2tMIvPSTaD-OzH2fJCvA
https://maquinadeescrever.org/2016/05/23/nos-100-anos-de-moondog-quando-a-liberdade-desafia-os-rotulos/

sábado, 12 de maio de 2018

The Spike Drivers

365POP2018 - Sábado - Anos 60



The Spike Drivers foi uma banda norte americana formada em Detroit nos anos 60, teve seu primeiro disco gravado em 1967 e o quarto e último em 1967, na verdade se juntar tudo deve dar uma hora de música, talvez um pouco mais. Depois houveram mudanças na formação, pra pouco tempo depois se dissolver. (Informações conflitantes entre wikipedia e discog).

O som é psicodélico, bem legal e vale muito ser escutado, infelizmente nada de Spotify, então tem que ir de Youtube mesmo, ou caçar discos raros, mas bota raro nisso. O único ep que encontrei no Ebay estava mais de 500 reais, e na Amazon sem nenhum resultado. 

 

Links:

Nota: Não confundir com Spikedrivers que é outra banda e que agora estou curioso para conhecer. 



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...